Jornal Meio Dia
Menu Dropdown Horizontal - Linha de Código




Professor de 41 anos, filho de 18, e irmão de 37, são detidos pela PM suspeitos de tráfico em Igaraí

2017-06-18



No início da madrugada deste domingo, dia 18, três integrantes da mesma família foram presos em flagrante pela Polícia Militar acusados de envolvimento com o tráfico de drogas no distrito de Igaraí, em Mococa/SP. A detenção foi feita pela equipe tática do Sargento Serra, Cabo Silvestre e Soldado Ramos.

A viatura da Polícia Militar realizava patrulhamento pela Rua Silvio Lima Dias, próximo a um local já conhecido como ponto de venda de drogas. Na última quinta-feira a mesma equipe policial havia detido um homem acusado de tráfico saindo de uma residência.

Nesta madrugada não foi diferente. Os PMs depararam com um indivíduo saindo de uma casa e ao ser abordado foram localizadas duas porções de maconha. Indagado a respeito do entorpecente, ele disse que era usuário e que comprou de uma pessoa chamada Alexandre, conhecido como professor. O usuário relatou ainda que havia deixado uma blusa de frio como pagamento, tendo em vista, que não tinha dinheiro no momento.

Foi ai que os policiais resolveram averiguar a residência. O principal suspeito, Alexandre Augusto Ribeiro, de 41 anos, que é professor em uma escola estadual na cidade de Mococa/SP, foi quem liberou a entrada dos PMs na residência. O filho dele de 18 anos também foi abordado João Augusto Ribeiro; e por último o irmão do professor, Mateus de Paula Ribeiro, de 37. Todos foram abordados e nada de ilícito foi encontrado.

Como existiam denúncias de tráfico de drogas, os policiais resolveram revistar a casa. Em um fogão de lenha foi encontrado meio tijolo de maconha, em uma caixa de remédio 38 porções de cocaína e duas porções de maconha, além de balança de precisão, embalagens plásticas, 4 celulares e R$ 750.

Os três receberam voz de prisão em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e associação ao tráfico. Eles foram conduzidos à delegacia, onde ficaram detidos à disposição da justiça. Os suspeitos já foram transferidos para a Cadeia Pública de Casa Branca/SP, onde aguardam remoção para o Centro de Detenção Provisória de Serra Azul/SP.

O professor acabou confessando que estava traficando há seis meses. Ele disse que buscava o entorpecente em Guaxupé/MG para revender no distrito. O filho dele e o irmão nada declararam.

Droga, dinheiro, e material apreendido pela Polícia Militar no distrito (Fotos: Gabriel Delena)

Equipe de Força Tática pela delegacia de Mococa/SP 
 


Comentários



[voltar]    

Publicidade






















• Canais
   Notícias
   Policial
   Culinária
   Vídeos


• Serviços
   Empregos
   Denúncias
   Anunciantes
   Classificados


• Redes Sociais
   Facebook I
   Facebook II



• Expediente
   Jornal Meio Dia
   Fale Conosco


© 2014 Jornal Meio Dia