Jornal Meio Dia
Menu Dropdown Horizontal - Linha de Código




Polícia Militar prende integrantes de suposta quadrilha de furtos de caminhonetes na região

2019-01-11



Policiais militares de Espírito Santo do Pinhal, em ação conjunta com a PM de Aguaí, prenderam, nesta quarta-feira (9), dois suspeitos de integrarem suposta quadrilha envolvida com furto de caminhonetes na região de São João da Boa Vista.

Um dos criminosos foi preso momentos depois de furtar uma caminhonete Chevrolet S-10 Executive prata, de propriedade do prefeito de Santo Antônio do Jardim, Gilmar de Oliveira Pezotti (PSD), no centro de Pinhal, por volta das 8h30.

Os policiais pinhalenses interceptaram o veículo na rodovia Governador Doutor Adhemar Pereira de Barros (SP-342), que liga São João a Pinhal, com apoio da PM de São João, que realizou o bloqueio da pista.

O segundo ladrão foi preso conduzindo um utilitário Chevrolet Montana branco, que foi interceptado já na cidade de Pirassununga, depois de ter sido acompanhado por pms de Aguaí, que o visualizaram passando pela rodovia do município aguaiano. Conforme a PM, era ele quem dava cobertura ao outro assaltante.

A Chevrolet S-10 e o utilitário Montana, ambos produtos de furto, foram apreendidos. A PM informou ainda que ao menos cinco veículos, a maioria caminhonetes, já foram furtados pelo suposto bando, sendo um dos veículos de São João da Boa Vista.

Além disso, a PM descobriu que os suspeitos levavam consigo um dispositivo de bloqueio de alarme de veículos. O aparelho, popularmente conhecido como ‘Chapolin’, facilitava os furtos praticados pelos criminosos. Outras ferramentas, demais equipamentos, celulares e dinheiro também foram apreendidos com a dupla.

OCORRÊNCIA

O capitão Richard (nome de farda), da PM de Pinhal, relatou como foi a prisão dos criminosos, a recuperação da caminhonete do prefeito de Jardim e como os ladrões agiam para praticarem os crimes.

“Estávamos em patrulhamento na rodovia entre São João e Pinhal, no sentido a Pinhal, quando foi irradiado este furto da caminhonete no Centro de Pinhal. Durante o trajeto, eu pude visualizar essa caminhonete no contra-fluxo e, imediatamente, fiz o retorno e coordenei o cerco do veículo. Conseguimos, com o tenente Pires, fazer a abordagem da caminhonete, prender o infrator da lei e recuperar o veículo”, disse.

Segundo o capitão, ao mesmo tempo, em conversa com o suspeito, ele informou que teria outro veículo, uma Chevrolet Montana, no apoio dele. “Conseguimos alertar a toda a Polícia Militar e uma viatura da PM de Aguaí visualizou esse veículo passando pela cidade de Aguaí e acompanhá-lo até a cidade de Pirassununga”, afirmou. A PM de Aguaí contou com o apoio de policiais militares do 36º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior), com sede em Pirassununga.

“São pelo menos dois carros furtados recuperados e, provavelmente, o desmembramento de uma quadrilha que já vinha agindo há muito tempo na nossa região. Segundo os próprios infratores da lei, já seria o quinto veículo que eles levaram da nossa região, inclusive, um de São João”, completou.

O capitão aproveitou e também fez um alerta aos cidadãos para que fiquem atentos a possíveis furtos. Ele orienta que ao estacionar os veículos, se acionar o alarme e não funcionar, saia do local com o carro, pois pode haver alguém por perto com bloqueador de sinal de alarmes. “Foi o que aconteceu com este veículo [caminhonete do prefeito] neste caso: o proprietário não conseguiu acionar o alarme e trancou somente com a chave. Isso já facilitou a entrada do meliante dentro do veículo”, concluiu.

O prefeito Gilmar Pezotti havia dirigido-se à uma agência bancária, na área central de Pinhal, quando o crime aconteceu. “O furto foi bem rápido, o tempo de eu entrar na agência bancária, fazer um saque e sair; cinco minutos. Graças a Deus eu estava perto da base da polícia, falei com um policial, que rapidamente já passou para a região; o capitão Richard estava a caminho de Pinhal e encontrou a caminhonete na pista de Pinhal a São João. Parabéns às polícias Civil e Militar da região”, afirmou.

PRESOS

Os dois criminosos foram apresentados na CPJ (Central de Polícia Judiciária) de São João da Boa Vista, ouvidos pelo delegado da Polícia Civil e presos. Ambos seriam encaminhados à Cadeia Pública e ficarão à disposição da Justiça.

Agora, a Polícia Civil irá investigar os crimes, a ação da suposta quadrilha na região, para poder identificar, localizar e prender outros suspeitos.

Por Ignácio Garcia. 



Comentários



[voltar]    

Publicidade




















• Canais
   Notícias
   Policial
   Culinária
   Vídeos


• Serviços
   Empregos
   Denúncias
   Anunciantes
   Classificados


• Redes Sociais
   Facebook I
   Facebook II



• Expediente
   Jornal Meio Dia
   Fale Conosco


© 2014 Jornal Meio Dia