Jornal Meio Dia
Menu Dropdown Horizontal - Linha de Código




Corpo de gerente de banco morto em assalto é enterrado; Delegado detalha crime em Guaxupé/MG

2020-05-21



O corpo do gerente do Banco do Brasil de Guaxupé (MG), Alexandre Viera Rodrigues, foi enterrado na manhã desta quinta-feira (21) em Alpinópolis (MG). Na manhã desta quinta-feira, o delegado responsável pelas investigações deu mais detalhes do crime.

Alexandre, de 39 anos, morreu após levar um tiro na cabeça de um dos assaltantes na agência, na manhã desta quarta-feira (20). Além de parentes, amigos e colegas de trabalho acompanharam o sepultamento do gerente, por volta das 11h.

Detalhes do caso

Na manhã desta quinta-feira (21), o delegado Cleyson Brene, chefe do setor de inteligência do 18º Departamento da Polícia Civil em Poços de Caldas, deu novos detalhes sobre o caso. Segundo Brene, os criminosos renderam o gerente na tarde de terça-feira (19), por volta das 17h, na sede do clube do Banco do Brasil, que fica entre Guaxupé e Guaranésia.

O casal de caseiros do clube também foi rendido. De lá, todos foram levados à casa do gerente, onde a esposa e os dois filhos também foram feitos reféns durante toda a noite, até a manhã de quarta-feira (20), quando as pessoas foram liberadas próximas ao clube.

Por volta das 8h, um dos criminosos foi com o gerente até a agência para roubar todo o dinheiro. A Polícia Militar foi até o banco.

Na saída do banco, o gerente foi morto pelo assaltante com um tiro na cabeça e o assaltante foi morto pela polícia.
Alexandre morreu antes de chegar à Santa Casa. O criminoso identificado como Heder Vasconcelos Lopes, de 34 anos, foi socorrido e morreu no hospital.

"Não houve subtração de dinheiro. Tudo indica que o autor, após render também o segurança da agência bancária, desconfiou que estava sendo monitorado por policiais do lado de fora e tentou sair com a arma apontada para a nuca do gerente do banco. E, nesse momento, pode ter assustado com a dinâmica dos policiais, e acabou efetuando um disparo que alvejou a vítima e foi fatal", explicou o delegado.

Ainda segundo o delegado, as investigações apontam que não houve troca de tiros entre o criminoso e a polícia. As imagens do circuito interno vão ajudar na apuração.

"Nós estamos analisando as imagens, tanto do interior da agência para entender a dinâmica dos fatos, bem como as imagens externas e do possível itinerário dos indivíduos. As informações que nós colhemos sobre o indivíduo alvejado e morto são no sentido de que ele estava cumprindo o regime semi-aberto e no dia 19, ele teria progredido e estava em liberdade".

O assaltante era morador de Guaxupé. A polícia procura pelos outros envolvidos.

Prefeito lamenta morte

O prefeito de Guaxupé, Jarbas Correa Filho (PSDB), fez três cartas, que serão entregues à família, aos funcionários do banco e à superintendência do Banco do Brasil em Varginha. Nelas, o prefeito lamenta a morte de Alexandre e disse que o gerente “deixou para todos os guaxupeanos boas lembranças, sendo um pai e marido exemplar, um excelente profissional e que deixará muita saudade”.

O Banco do Brasil também lamentou a morte e diz que dá apoio à família e colabora com as investigações. A instituição informou, ainda, que a agência de Guaxupé conta com todos os recursos de segurança e que não tinha, até então, histórico deste tipo de crime.

O banco só deve retomar os atendimentos na segunda-feira (25). Os postos de atendimento mais próximos ficam em Muzambinho (MG) e Guaranésia (MG).

Gerente foi morto na agência do Banco do Brasil em Guaxupé (Fonte: G1/EPTV Sul de Minas)



Comentários



[voltar]    

Publicidade




















• Canais
   Notícias
   Policial
   Culinária
   Vídeos


• Serviços
   Empregos
   Denúncias
   Anunciantes
   Classificados


• Redes Sociais
   Facebook I
   Facebook II



• Expediente
   Jornal Meio Dia
   Fale Conosco


© 2014 Jornal Meio Dia